top of page
Buscar
  • Marcello Miranda Machado Filho

COMO MANTER O ENGAJAMENTO E APRENDIZADO DE EQUIPES REMOTAS


Então, de repente, você percebe que 2020 já está quase acabando e que o trabalho remoto deixou de ser uma tendência e passou a ser uma realidade para muitas empresas e vários tipos diferentes de colaboradores. É interessante observar que algumas pessoas já gostariam de retomar suas rotinas nos escritórios, enquanto outras não querem nem pensar em voltar ao trabalho presencial.


A pesquisa global da Salesforce, “Série Global Stakeholder – O Futuro do Trabalho”, analisada pela Forbes, identificou que para 71% dos mais de 20 mil entrevistados, o trabalho remoto é viável apenas para uma parcela da população, mesmo considerando o grande investimento em tecnologia realizado pelas empresas.


Essa barreira dos próprios colaboradores em visualizar o trabalho remoto como uma opção para si mesmo, muitas vezes se explica pela falta de capacitação que lhe é oferecida. Muitas pessoas foram simplesmente jogadas, de uma hora para outra, dentro dessa nova organização do trabalho, sem receber nenhum tipo de treinamento ou capacitação para lidar com os desafios do trabalho digital.


Por isso, é importante que a área de Recursos Humanos (RH), juntamente com a equipe de Treinamento e Desenvolvimento (T&D), dê um passo atrás e verifique quais as necessidades dos seus colaboradores, quais as dificuldades, como promover o trabalho remoto e os treinamentos nesse novo formato.






Formatos para a Aprendizagem


Algumas ferramentas podem ajudar a área de T&D no desenvolvimento das pessoas, de forma digital, sem que exista perda de qualidade no conteúdo e garantindo que os processos de melhoria e capacitação contínua sigam existindo, mesmo em tempos remotos. Veja abaixo algumas dicas de ferramentas, publicadas no Estado de S. Paulo, que podem facilitar esse processo:



Cursos online: ganharam muito espaço após a pandemia em plataformas que oferecem diferentes formatos e níveis de treinamento, você pode ir de uma aula estática até aprender por meio de quizes, lives e aplicativos de vídeo chamada. Você também pode disponibilizar o formato e-book, captando a atenção de diferentes perfis, com um conteúdo profundo e dinâmico.

Microlearning: trata-se de uma tendência de mercado, por se tratar de um método mais dinâmico, pois compila o conteúdo e o dissemina em pequenas doses, disponibilizando conhecimento de forma direta e assertiva. Você pode fazer uso dos vídeos curtos, jogos e leituras, tudo de forma bem ágil.

Gameficação: utiliza técnicas e elementos de jogos conhecidos, utilizando as premissas de recompensa e cooperação, além de despertar uma competição saudável entre equipes e indivíduos. O objetivo é engajar e motivar as pessoas ao longo do processo de aprendizagem, para que cheguem a um objetivo final, e com conhecimento suficiente.



Vantagens do treinamento digital


Os treinamentos à distância não são algo totalmente novo, uma vez que, mesmo antes da pandemia, já existiam os modelos híbridos de treinamento que, buscavam equilibrar o presencial com o digital.


Um fato novo surgiu com o isolamento físico dos profissionais, o treinamento a distância passou a aproximar as equipes e a acolher novos colaboradores que puderam passar a entender a empresa sem aquele famoso “tour” que se fazia com o novo funcionário.


Trata-se de uma nova forma de se integrar um novo indivíduo ao time, compartilhando os valores da empresa, desenvolvendo a sensação de pertencimento e a colaboração entre as pessoas e diferentes equipes. Segundo artigo da Salesforce, essas são as principais vantagens dos treinamentos à distância:


Flexibilidade: não importa a hora, lugar ou disponibilidade de agenda. A pessoa fica livre para fazer o treinamento no melhor horário e lugar para ela, respeitando as características individuais de aprendizagem.

Economia: não são necessários gastos com aluguéis de espaço, alimentação, manutenção ou custos com deslocamento. O que possibilita investir em mais treinamentos, mais diversos e com vieses mais práticos.


Adesão: sem os problemas listados acima, você facilita o acesso aos treinamentos, porque pode-se alcançar um maior número de pessoas, o que promoveria uma maior inclusão. Acabando com o sentimento de “só o pessoal da matriz ou os gerentes conseguem participar”, por exemplo


Inovação: o uso de novas tecnologias facilita a aprendizagem e permite que exista conexão com diferentes gerações, favorecendo o intercâmbio de experiências, tornando a experiência de jornada de aprendizagem mais atrativa.


Registro e armazenamento: por ser digital, tudo está disponível e armazenado na nuvem, o que permite consulta rápida, além de atualização constante de conteúdo, sem maiores custos envolvidos.


Desenvolvimento de skills complementares: esse tipo de formato de treinamento trabalha habilidades como, por exemplo, foco, disciplina, organização, independência, autogestão, desenvolve a consciência e motivação para que o colaborador se desenvolva como profissional e como pessoa.


As novas possibilidades criadas pelos treinamentos virtuais permitem que você possa disseminar um conteúdo de qualidade para mais pessoas, mantendo esses materiais atualizados. Mas não se esqueça que embora seja importante manter os materiais atualizados, também é fundamental se ater ao propósito do treinamento e garantir que as metas de aprendizagem sejam alcançadas por todos os participantes.





FONTE:

AGUIAR, Sofia. Pesquisa revela que 52% dos profissionais estão dispostos a trocar de emprego para manter o home office. Forbes, 2020. Disponível em: <https://forbes.com.br/carreira/2020/10/pesquisa-revela-que-52-dos-profissionais-estao-dispostos-a-trocar-de-emprego-para-manter-o-home-office/>. Acesso em: 11/11/2020.

Como Treinar Equipes a Distância? Salesforce, 2020. Disponível em: <https://www.salesforce.com/br/blog/2020/08/treinamento-de-equipes-a-distancia.html>. Acesso em: 12/11/2020.

MACEDO, Fausto. Treinamento remoto: novas ferramentas buscam equipe engajada. O Estado de S. Paulo, 2020. Disponível em: <https://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/treinamento-remoto-novas-ferramentas-buscam-equipe-engajada/>. Acesso em 13/11/2020.



78 visualizações0 comentário

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page