top of page
Buscar
  • Foto do escritorHelio Azevedo

6 tipos de treinamento e desenvolvimento de pessoas

Investir em ações de Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas (T&D) é uma estratégia muito adotada no meio corporativo para qualificar colaboradores, ganhar produtividade e se destacar no mercado.

Empresas que focam no capital humano costumam ser mais bem-sucedidas do que aquelas que não desenvolvem sua mão de obra, e acabam sendo admiradas por funcionários e consumidores pelas suas iniciativas nessa área.

Agindo assim, elas evitam que seus trabalhadores “parem no tempo” e conseguem manter suas equipes em um estado de constante aprendizado.

Nada mais importante neste momento, em que o ritmo acelerado das mudanças na tecnologia e na sociedade tem promovido uma reinvenção do trabalho sob diversos aspectos.

Mas quando se fala de Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas, é importante deixar claro que existem diversos modelos que podem ser seguidos em um ambiente corporativo.

Para ajudar você a escolher a melhor estratégia para sua empresa, fizemos uma lista com as seis modalidades de treinamento e desenvolvimento mais utilizadas no mercado.


Tipos de treinamento e desenvolvimento de pessoas

Conheça a seguir os principais modelos adotados pelas empresas para capacitar seus colaboradores e veja qual deles faz mais sentido para a sua organização.


1. Treinamento de integração (onboarding)

Sempre que um novo colaborador começa a trabalhar na sua empresa, é recomendável que ele passe por um treinamento para integrá-lo à equipe e às políticas da companhia.

Também chamado de onboarding, esse processo tem o objetivo de transmitir a missão, a visão e os valores da sua empresa, além de explicar todos os detalhes necessários para que o recém-contratado possa exercer sua função em sinergia com a equipe.

Nesse momento, certifique-se de repassar ao novo funcionário todos os documentos tratando das regras e procedimentos que devem ser observados internamente.

Um bom trabalho de onboarding deve tornar esse momento de transição o mais suave possível, evitando futuros problemas de adaptação que podem resultar em conflitos dentro da equipe, erros na produção ou demora na apresentação de resultados.


2. Desenvolvimento de competências e habilidades

Apesar de ser desejável que o profissional agregue seu conhecimento e formação pessoal à equipe, a empresa também pode (e deve) ajudar a aprimorar suas principais competências.

Além disso, é fundamental incentivar e promover o desenvolvimento de novas habilidades que serão cruciais para superar os futuros desafios do mercado.

É possível organizar formações voltadas para tornar o funcionário mais proativo, aumentar sua produtividade, ajudá-lo a organizar melhor a rotina de trabalho ou melhorar seu relacionamento interpessoal, entre outras possibilidades.

Seja como for, o importante é que a estratégia de Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas da sua empresa contemple ações em duas esferas diferentes: técnica e comportamental.

Vamos entender melhor cada uma delas.


Treinamento comportamental (soft skill)

Soft skills são basicamente competências sociais, emocionais e mentais ligadas à personalidade de cada indivíduo.

Sendo assim, o objetivo do treinamento comportamental é aperfeiçoar essas competências para que elas estejam em concordância com os objetivos da sua empresa.

Utilizando as experiências, sentimentos e motivações pessoais do colaborador, essa modalidade de treinamento busca desenvolver aspectos comunicativos e de empatia para criar um ambiente de trabalho saudável e produtivo.

A ideia é disseminar e reforçar internamente a cultura organizacional da empresa, sem necessariamente padronizar as atitudes dos membros da sua equipe.


Treinamento técnico (hard skill)

As hard skills, por sua vez, estão ligadas às aptidões técnicas do profissional. Ou seja, sua capacidade de trabalhar com conceitos e ferramentas essenciais para o bom desempenho da função.

Dentro das empresas, o treinamento técnico geralmente tem como meta aprimorar esses conhecimentos para que o funcionário possa acompanhar as principais inovações na sua área de atuação

Dessa forma, a empresa promove a atualização das competências técnicas do profissional e tem como retorno uma melhora na sua performance.


3. Treinamento motivacional

Empresas são movidas por pessoas, mas sem motivação elas não vão a lugar algum.

De nada adianta ter um time de profissionais altamente competentes e atualizados, se eles não estão dispostos a dar o melhor de si pela sua empresa.

É importante ter a consciência de que até mesmo o profissional mais produtivo, seja qual for o motivo, pode acabar se sentindo desconectado do trabalho com o passar do tempo.

Portanto, é preciso lembrar o valor de cada indivíduo para o sucesso dos negócios e mostrar que sua empresa realmente reconhece a contribuição e o comprometimento de todos.

O treinamento motivacional pode ser feito por meio de palestras e dinâmicas de grupo, da participação em congressos e encontros profissionais ou até mesmo abrindo espaço para momentos de descontração e confraternização no ambiente de trabalho.

Não esqueça de dar uma atenção especial aos profissionais que ocupam cargos de gerência ou coordenação. Afinal de contas, quem deve atuar como fonte de inspiração para suas equipes não pode ter uma postura desmotivadora ou contraproducente.


4. Formação de lideranças

Conhecer o real papel de um líder e saber se portar como tal é um pré-requisito para todo profissional encarregado de coordenar uma equipe.

Contar com bons líderes impacta diretamente na produtividade e no ambiente de trabalho, pois esses profissionais saberão tirar o melhor de cada colaborador para que a empresa possa atingir seus objetivos.

Por isso, cada vez mais as empresas têm investido em estratégias para formar novas lideranças internamente.

Mas o desenvolvimento de qualidades de liderança não deve se restringir apenas aos colaboradores em cargos gerenciais.

Todos dentro da hierarquia da empresa devem assumir suas responsabilidades e buscar uma postura proativa e assertiva na execução de tarefas e projetos.

Ou seja: ser líder de si mesmo, sem deixar de trabalhar para o time.


5. Treinamento de equipe

Equipes trabalhando em harmonia e com foco em resultados são a força motriz por trás do sucesso de qualquer empresa.

Manter um time bem entrosado é a garantia de que as tarefas e projetos dentro da sua empresa serão executados sem atritos ou conflitos desnecessários.

É por isso que a sua estratégia de treinamento e desenvolvimento de pessoas não deve se limitar às ações de capacitação individual.

Por meio de técnicas capazes de otimizar a integração e a comunicação entre os colaboradores, é possível aumentar a sinergia da equipe e destacar o valor do trabalho colaborativo.

Portanto, certifique-se de que os seus gestores estão empenhados em incentivar a cooperação dentro da equipe e em melhorar os relacionamentos no ambiente de trabalho.

Esse tipo de treinamento costuma fazer uso de práticas diárias da equipe para desenvolver a inteligência emocional dos colaboradores, fomentando o relacionamento interpessoal e a troca de ideias com o objetivo de aprimorar os serviços ou produtos da empresa.

Em tempos de expansão do home office, essa abordagem pode ser adaptada para manter o engajamento e o aprendizado de equipes remotas.


6. Treinamento corporativo

Outra estratégia bastante eficaz para treinar e desenvolver pessoas é fazer uso dos serviços de uma empresa especializada em treinamento corporativo.

Com a ajuda de especialistas na área, sua companhia pode diagnosticar as principais demandas relacionadas à capacitação profissional e construir um plano abrangente para atendê-las.

Nesse processo podem ser incluídas todas as modalidades citadas acima, combinando ciclos de treinamentos para atender diferentes necessidades no campo comportamental, técnico ou motivacional, por exemplo.

É com essa proposta que trabalhamos aqui na Insider.

Em outras palavras, nós ajudamos sua empresa a construir jornadas de aprendizagem com o apoio de um time altamente capacitado de especialistas.

Isso inclui projetos de universidade corporativa, atividades vivenciais, cursos presenciais e on-line, entre outras ações.

Conheça nossa metodologia e veja como potencializar o treinamento e desenvolvimento de pessoas na sua organização.


60 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page